Baixe o Estudo Completo

Publicado em 24/08/2021

Utilitários-esportivos também lideram participação de mercado de zero-quilômetro

O fato de os SUVs serem os grandes queridinhos do consumidor já é um assunto pra lá de manjado. No Brasil, podemos considerar que a popularização da carroceria aclamada pela praticidade e imponência teve como marco o Salão do Automóvel de 2014. No mesmo palco foram lançados modelos consolidados como Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks.

Mas se a proliferação de modelos relevantes do segmento está prestes a completar sete anos, apenas em 2021 a categoria dos utilitários-esportivos ultrapassou os hatches e chegou a ocupar a liderança da participação de mercado na venda de modelos zero-quilômetro.

O extrato dos emplacamentos está em consonância com os dados de geração de leads da Webmotors. No acumulado até julho, foram geradas 1,9 milhões de propostas por SUVs novos e usados, o que significa aumento de 120% em relação ao mesmo período de 2020.

Essa carroceria é a líder em emissão de leads, com 37% de share, e também a mais popular em termos de audiência, com 35% de participação. As páginas de SUVs geraram nove milhões de visitas até o sétimo mês de 2021, um aumento de 7% na comparação no intervalo de um ano.

O levantamento do Webmotors Autoinsights também apurou a preferência do usuário em relação ao preço que ele topa pagar por um SUV. Foi identificado que 45% dos interessados por modelos desta categoria procuram por opções de até R$ 70 mil.

Já 37% do público estão interessados em opções entre R$ 71 mil e R$ 100 mil. Em seguida, estão os que aceitam pagar entre R$ 101 mil e R$ 115 mil, com 15% da preferência.

Esse recorte condiz com o ranking de audiência por modelos de SUVs. O Jeep Compass foi o SUV mais pesquisado no site no acumulado até julho. O modelo de porte médio que foi renovado neste ano abocanhou 8% das buscas por SUVs com fabricação de 2018 em diante.

Levando em consideração o mesmo parâmetro, o Jeep Renegade correspondeu a 7% das pesquisas no segmento, seguido de Honda HR-V (6%), além de Hyundai Creta, Nissan Kicks e Chevrolet Tracker, todos com 5% de participação nas buscas.

Não por acaso, o levantamento do Webmotors Autoinsights mostrou que a Jeep foi a montadora mais pesquisada em relação aos SUVs, com 15% de share. A Volkswagen aparece em segundo lugar, com 11% das buscas. Entre as marcas de luxo, a que apresentou maior audiência no segmento foi a BMW, com 8%.

DADOS EM SINTONIA

A ebulição do segmento constatada pelos dados mais recentes do AutoInsights é refletida na venda de veículos novos. Pela primeira vez na história, os SUVs chegaram ao topo da participação de mercado.

No acumulado de janeiro a julho foram emplacados 1.169.052 veículos, segundo a Fenabrave, associação que representa as concessionárias. Desse montante, 370.547 unidades correspondem a SUVs, o que significa share de 31,7%.

No mesmo período do ano passado, os utilitários abocanharam 25,8% do mercado. Ou seja, houve um crescimento de 5,9 pontos percentuais.

Esse resultado é quase proporcional à queda dos hatches. Se em julho de 2020, eles dominaram a preferência do consumidor de carros 0km com 37,1% de participação, agora a categoria de compactos detém 31,5%, num decréscimo de 5,6 pontos percentuais. No acumulado deste ano, o volume de vendas de hatches está em 367.950 unidades.

Quem também perdeu espaço, mas em menor escala, foram os sedãs. Os veículos de três volumes corresponderam a 19,2% de mercado e agora representam 15,2%. Já furgões (2,7%), peruas (0,8%) e esportivos (0,2%) mantiveram participação muito semelhante na comparação entre julho de 2021 e julho de 2020.

OLHO NAS PICAPES

Conforme o AutoInsights já havia destacado em artigo publicado no mês passado, outra categoria em ascensão é a de picapes. Os veículos com caçamba saltaram de 14,1% para 17,9% de share, com volume total de 209.700 unidades. Aliás, o rei do mercado nacional pertence a este segmento. A Fiat Strada emplacou 70.502 unidades no acumulado até julho de 2021.

Falando em modelos, embora os SUVs estejam em vantagem em relação aos hatches na participação geral de mercado, os compactos ainda dominam o top 10 de vendas, com cinco representantes. Hyundai HB20 e Fiat Argo são, respectivamente, o segundo e o terceiro modelos mais vendidos do Brasil. Fiat Mobi (5º), Chevrolet Onix (6º) e Volkswagen Gol (9º) são os outros hatches mais populares.

O SUV mais vendido é o Jeep Renegade. Com 47.462 emplacamentos, ele é o quarto modelo mais comercializado do País. Também aparecem no top 10 o Jeep Compass (8º) e o Hyundai Creta (10º).


Assine a
newsletter

Receba gratuitamente em seu e-mail tendências, pesquisas e artigos sobre mercado automotivo e marketing.