Baixe o Estudo Completo

Publicado em 03/08/2021

Tendências recentes de comunicação e marketing alertam para preferências e necessidades do consumidor

O ritmo de mudanças das redes sociais é de fazer inveja ao mais rápido dos veículos esportivos. A impressão é de que os encarregados de gerenciar algoritmos mexem os pauzinhos todos os dias a fim de atrair cada vez mais o tempo dos usuários.

O surgimento acelerado de novas tendências de comunicação mostra que as maiores empresas de social media estão dispostas a fazer de tudo para compreender o comportamento do público e conversar com essa galera de maneira mais assertiva.

Desta forma, o fato de o Instagram ter admitido recentemente que o app deixou de ser uma rede para compartilhamento de fotos causa espanto a um total de 0 pessoas. Segundo Adam Mosseri, chefão da plataforma, a empresa está voltada para entretenimento e vídeos.

Isso ficou claro a partir do momento em que a empresa do Facebook passou a dar importância aos stories, a fim de tirar espaço do Snapchat. Pouco depois, o lançamento do Reels veio para combater a ascensão do TikTok.

Aliás, as plataformas ficaram ainda mais parecidas, agora que os Reels também passaram a permitir publicação de vídeos de até 60 segundos.

Até o Tinder, o mais famoso app de relacionamentos, deu mais atenção ao vídeo. Agora, cada usuário pode acrescentar uma espécie de story ao perfil para que possa atrair a atenção de mais pessoas.

De olho nesse movimento, a Webmotors passou a dedicar mais atenção a produções audiovisuais. Há uma equipe especialmente dedicada à criar conteúdo em diversas vertentes e com a linguagem que cada uma delas demanda.

Essa dedicação especial aos mais diversos tipos de conteúdos e redes sociais são fundamentais para a rotina de produção, mas também são peças-chave para o desenvolvimento de ações de branded content.

Uma amostra de como essas ferramentas são importantes ficou evidenciada em ação recente em parceria com a Caoa Chery. Foram desenvolvidos 23 conteúdos sobre o lançamento do Tiggo 8 que alcançaram a audiência de mais de 2 milhões de usuários, com 920 mil visualizações.

Essa maior adesão ao audiovisual é um alerta precioso para a maneira na qual as montadoras podem conversar melhor com o consumidor. É verdade que isso não é segredo para mais ninguém, mas é preciso estar atento a novas formas de produção, que sejam criativas e transmitam mensagens precisas em poucos minutos, afinal, outro comportamento do usuário que ficou claro é o de que ele quer ser entretido, sim, mas sem muito lenga-lenga.

Essa tendência deve ser aproveitada não só na comunicação nas redes, mas também no ambiente onde a conexão com o consumidor é mais estreita: dentro do carro. Painéis de instrumentos e centrais multimídias com layouts dinâmicos e que emulam movimento tendem a ser mais envolventes e transmitem informações de maneira mais intuitiva ao usuário.

Essas novidades jogam luz a assuntos inerentes ao comportamento contemporâneo do consumidor e que demandam atenção às montadoras seja para campanhas mais assertivas ou para uma comunicação respeitosa e, de fato, preocupada com as necessidades e costumes do público-alvo.

Esperar demais para se atualizar ou ficar inerente a essas mudanças significa a perde de uma preciosa oportunidade de criar relações estreitas com o consumidor.


Assine a
newsletter

Receba gratuitamente em seu e-mail tendências, pesquisas e artigos sobre mercado automotivo e marketing.